#Matrícula2020 começa nesta segunda-feira (20), com a transferência dos estudantes que tiveram frequência regular no ano letivo de 2019 e estejam em uma destas situações: a escola não oferece a série/ano subsequente; não fizeram a renovação da matrícula; e mudança de domicílio.

Lembrando que este ano a matrícula poderá ser realizada totalmente on-line no #SacDigital. Basta acessar www.sacdigital.ba.gov.br e se cadastrar.

Mais informações: http://bit.ly/35Sdcgf

#EducaçãoBahia#GovernoDaBahia

Não é só você que gosta de calor e água nessa época do ano. O mosquito transmissor da Dengue, Zika, Chikungunya e Febre Amarela também aproveita a estação mais quente para se multiplicar.

A melhor forma de vencer o mosquito da dengue é eliminando ou denunciando os focos. Entre em contato com a Secretaria de Saúde do seu município e denuncie focos do Aedes aegypti. Acabe com o mosquito antes que ele acabe com seu verão.

Para saber mais, acesse: www.saude.ba.gov.br/combateaedes

#ÉnoVerãoqueoBichoPega#Dengue#Aedes#Saúde#EducaçãoBahia#GovernoDaBahia#AquiÉTrabalho#SUS#Verão

O Governo da Bahia encaminhou, para a Assembleia Legislativa o Projeto de Lei que altera a Lei 10.963/2008, readequando os valores do piso nacional do magistério público da educação básica. Com a medida, 12,1 mil educadores, entre professores e coordenadores pedagógicos, além dos já aposentados, receberão reajuste salarial e terão vencimentos acima do piso nacional.
Mais informações: http://bit.ly/2FR5hp8
#EducalçãoBahia#GovernoDaBahia

Secretaria divulga calendário escolar para o ano letivo de 2020

Foi publicado, no diário oficial deste sábado (14), o Calendário Padrão Escolar para o ano letivo de 2020 para as unidades escolartes da rede estadual de educação. O calendário deve seguir a Lei nº 9.394/96, que estabelece as Diretrizes Básicas da Educação Nacional, em especial no art. 24, inciso I, que determina que a organização da educação básica nos níveis fundamental e médio deverá ser organizada com carga horária mínima anual de oitocentas horas, distribuídas por um mínimo de duzentos dias de efetivo trabalho escolar, excluído o tempo reservado aos exames finais, quando houver. 

>> Leia a íntegra da portaria 

Vale ressaltar que os Núcleos Territoriais de Educação deverão encaminhar parea Superintendência de Planejamento Operacional da Rede Escolar (SUPEC), os calendários escolares diferenciados do Calendário Padrão até o dia 16 de janeiro de 2020, para análise e homologação.

Veja o calendário proposto pela Secretaria  

Jornada Pedagógica – 03 a 07 de fevereiro de 2020 e 01 de agosto  de 2020  
Início do Ano Letivo – 10 de fevereiro de 2020  
Recesso do Carnaval – 21 a 26 de fevereiro de 2020  
Recesso da Semana Santa – 09 a 12 de abril de 2020  
Recesso Junino – 20 de junho a 05 de julho de 2020  
Término do Ano Letivo – 15 de dezembro de 2020  
Encerramento das Atividades Finais (Avaliação Final e Entrega de Atas) – 16,17 e 18 de dezembro de 2020
Total de Dias Letivos – 200 

Fonte: Secretaria da Educação do Estado da Bahia

Gestores dos Núcleos Territoriais de Educação participam de planejamento estratégico para o ano letivo de 2020

A Secretaria da Educação do Estado (SEC) iniciou, na noite de quarta-feira (11), no Instituto Anísio Teixeira (IAT), o VII Encontro de Dirigentes da Educação. Nesta edição, que segue até sexta-feira (13), o objetivo é avaliar o trabalho realizado durante o ano e realizar o planejamento de ações para 2020 com dirigentes dos Núcleos Territoriais de Educação (NTE).

O secretário da Educação, Jerônimo Rodrigues, falou sobre a importância desse alinhamento para a gestão. “Se faz Educação encarando os desafios. E precisamos estar alinhados com todos os agentes que fazem parte da rede, para planejarmos um trabalho que traga melhorias para a aprendizagem dos estudantes. É fundamental que haja ampla participação dos educadores de cada território, para que possamos estabelecer diretrizes que são importantes para nós, como a Educação do Campo, a Educação Quilombola e a Educação Indígena. É fundamental, também, ouvir contribuições que construam indicadores que ajudem no avanço da Educação, respeitando e valorizando as particularidades de cada território”, contou.     

Convidado para a abertura, o professor André Lázaro, da Fundação Santillana, ministrou a palestra “A gestão educacional como instrumento para consolidar o projeto de educação pública, democrática e inclusiva”. “Precisamos de uma rede que tenha uma maior horizontalidade nas oportunidades, e não apenas um aprendizado hierárquico que não dá chance do jovem ter escolhas. É importante fortalecer os territórios e as particularidades da sua região. É uma característica que a Bahia já vem desenvolvendo e que temos que aprimorar. A solução é uma gestão democrática da educação pública associando, entre outras questões, à cultura”, disse.

O coordenador executivo dos Núcleos Territoriais da Educação da SEC, Hélder Amorim, explicou a proposta do encontro. “Estamos focados em analisar o que foi realizado em 2019 e os resultados alcançados, além de apresentar a base do planejamento estratégico da SEC, para que os NTEs possam debater com as escolas o planejamento para o ano letivo de 2020”, pontuou.

A diretora do NTE 09 (Amargosa), Andréa Ioná, destacou a importância dos encontros. “Estas atividades são fundamentais para que possamos alinhar as políticas educacionais, estreitando nossa relação com a SEC. Tivemos avanços com o SABE (Sistema de Avaliação Baiano de Educação), que ajudou muito na avaliação dos nossos estudantes e estimulou o comprometimento, ainda mais, das escolas com a aprendizagem”, ressaltou.

Fonte: Secretaria da Educação do Estado da Bahia 12 de dezembro de 2019

Estudantes criadores apresentam tecnologias de baixo custo durante a 8ª FECIBA

O Centro Pan-Americano de Judô, em Lauro de Freitas, está sendo palco para os jovens estudantes da rede estadual de ensino apresentarem tecnologias de baixo custo e projetos científicos inovadores durante a 8ª Feira de Ciências, Empreendedorismo e Inovação da Bahia (FECIBA), que acontece até esta quinta-feira (12). A feira visa estimular a relação ensino-aprendizagem e fomentar o protagonismo dos estudantes na construção do seu conhecimento, tendo a pesquisa como ferramenta que busca integrar todos os componentes curriculares e, com isso, promover o estudo interdisciplinar e lúdico.

Este ano, estão sendo apresentados 240 projetos de iniciação científica e que evidenciam o resultado do processo de pesquisa científica desenvolvido na rede estadual. Os projetos envolvem as diversas áreas do conhecimento como Matemática, Química, Física e História e abordam questões como tecnologia, empreendedorismo, sustentabilidade, meio ambiente entre outras. 

>> Clique aqui para ver todas as fotos

O estudante Luis Gonzaga Júnior, 14, 8º ano, do Colégio Estadual Sete de Setembro, localizado em Salvador, está apresentando o “Dispositivo robótico para auxiliar a locomoção do deficiente visual”. “O protótipo robótico possibilita o deslocamento da pessoa com deficiência visual de modo autônomo, seguro e sem a utilização de bengala. O dispositivo possui sensores que monitoram a distância do objeto à pessoa com deficiência visual, que recebe um aviso através do motor de vibração sobre a proximidade do obstáculo”, explicou. 

Também pensando na acessibilidade das pessoas com deficiência, Laiza Araújo Oliveira, 16, 1º ano, do Colégio Estadual Wilson Lins, do município de Valente, está compartilhando o projeto “E.CANE: bengala eletrônica de baixo custo para ambientes internos”. “Criamos um protótipo funcional com materiais de baixo custo, a exemplo de canos de chuveiro e de PVC, que favorece a condução dos deficientes visuais utilizando um microcontrolador Arduino, através de programação em linguagem C++. A bengala possui um sensor reflexivo que avisa se o caminho está livre de obstáculos e a distância dos objetos, através de um sensor”, comentou a estudante.

Para o estudante Gustavo Pereira dos Santos, 17, 3º ano, do Colégio Estadual Francisco da Conceição Menezes, em Santo Antônio de Jesus, que está apresentando o projeto “Eletrotênis”, a FECIBA é muito importante para a divulgação dos projetos científicos desenvolvidos nas escolas. “Desenvolvemos um protótipo para analisar a viabilidade da utilização de um tênis contendo um sistema de pastilhas piezoelétricas e mini placas solares como formas de produção de energia elétrica limpa e sustentável. Com ele, é possível carregar pequenas baterias e, futuramente, também será possível carregar celulares”, informou. 

Além das apresentações dos projetos nos estandes, o evento também conta com mesas redondas sobre diversos temas. Nesta quarta, os participantes conferiram a mesa “A Educação Científica e as Políticas Educacionais do Estado da Bahia: perspectivas sobre olhar da Educação Integral, da Educação Profissional e Tecnológica, do Novo Ensino Médio e da Formação de Professores” e que contou com a participação da superintendente de Políticas para a Educação Básica da SEC, Manuelita Falcão Brito; superintendente da Educação Profissional e Tecnológica da SEC, Ezequiel Westphal; o coordenador Executivo de Programas e Projetos Estratégicos da Educação da SEC, Marcius de Almeida Gomes e o diretor de Inovação e Tecnologia do Instituto Anísio Teixeira (IAT), Iuri Oliveira Rubim. 

Fonte: Secretaria da Educação do Estado da Bahia 12 de dezembro de 2019