Estudantes da Educação Inclusiva aprendem sobre sustentabilidade e alimentação saudável com horta escolar

20768137_859764694173477_6408588325574205997_n

Os 160 estudantes do Instituto Psico Pedagógico de Bonfim, unidade de Educação Inclusiva do NTE 25, estão participando de uma experiência de aprendizado diferenciada. Por meio da horta da escola, eles estão conhecendo os fundamentos para o plantio de verduras, frutas, hortaliças e ervas medicinais. E ao mesmo tempo em que desenvolvem uma maior consciência sobre a alimentação saudável e sustentável, os estudantes cuidam do meio ambiente e, também, aprendem sobre educação financeira.

Nesta sexta-feira (18), a unidade realiza a 2ª Festa da Colheita do Milho, atividade que vai contar com dança, poesia, arte e muita comida típica oriunda da plantação. O projeto, organizado pelas professoras Ana Cristina Almeida e Maria Gorete Santos, vem expandindo a capacidade e autonomia dos estudantes. “Com o espaço da horta, os alunos podem conhecer todo o processo de plantio e colheita de diversos produtos. Trabalhamos de acordo com aqueles que se adaptam ao clima do momento. A Festa da Colheita do Milho chega a sua 2ª edição e promete movimentar toda a comunidade escolar”, conta Ana Cristina.

A professora Ana explica, ainda, que o projeto acaba beneficiando os estudantes em outros aspectos e promove um verdadeiro laboratório prático de aprendizagem. “Dentro do projeto surgiram outros subprojetos, que acabam agregando o ensino. Levamos os participantes para a feira, onde conversam com os feirantes e aprendem educação financeira, além de conhecerem os benefícios de uma alimentação saudável e sustentável. É muito claramente vermos o desenvolvimento deles nesse processo”, afirma.

Muito ativo às atividades, o estudante Carlos Henrique Souza, 26 anos, com deficiência intelectual, fala do que mais gosta no projeto. “Adoro poder limpar a horta e realizar a colheita. Também me divirto muito na escola porque estou com os professores e colegas e aprendendo bastante”, comemora.