Termina nesta sexta-feira (1º) a matrícula dos selecionados para cursos de Educação Profissional no Estado

sorteio-eletronico07

Os estudantes selecionados para os cursos técnicos de nível médio, que são ofertados pela Secretaria da Educação do Estado, na forma de articulação Subsequente ao Ensino Médio (PROSUB), têm até esta sexta-feira (1/2) para fazer a matrícula. O aluno deverá comparecer na unidade escolar para a qual se inscreveu e foi contemplado. As 10 mil vagas são para os Centros Estaduais, Territoriais e unidades compartilhadas da rede estadual, em 82 municípios da Bahia, envolvendo todos os 27 Territórios de Identidade.

Para a efetivação da matrícula, os contemplados deverão apresentar os seguintes documentos: original e cópia da Carteira de Identidade, do CPF, Histórico Escolar e comprovante de residência atualizado. Como as vagas foram distribuídas segundo a ordem classificatória das médias finais obtidas nas disciplinas Língua Portuguesa e Matemática no último ano/módulo de estudo no Ensino Médio ou equivalente ou com base no resultado obtido no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), o estudante também deverá levar, no ato da matrícula, a comprovação das notas de Português e Matemática no ENEM, conforme declarado no ato da inscrição.

As vagas são para 42 cursos. Os cursos mais procurados foram os de Enfermagem, Segurança do Trabalho, Logística e Nutrição em municípios como Salvador, Feira de Santana, Itabuna, Vitória da Conquista e outros.

As aulas começaram junto com o ano letivo da rede estadual, em 11 de fevereiro.

 

PROUNI INSCRIÇÕES ESTÃO ABERTAS

51593536_2077593402288463_4769993878688235520_n

 

#ProUni2019 l Os estudantes que sonham em ingressar no ensino superior através do programa têm até às 23h59 do dia 3 de fevereiro, seguindo o horário oficial de Brasília, para tentar uma das bolsas disponíveis. Inscreva-se: http://siteprouni.mec.gov.br/ Fique atento! O resultado da primeira chamada será divulgado no próximo dia 6.
Saiba mais: https://goo.gl/34qqCY
Ouça pelo SoundCloud: https://goo.gl/X2CD2z

Programa Saúde na Escola realiza adesão dos municípios

 

Estão abertas as inscrições, até 15 de fevereiro, para adesão ao Programa Saúde na Escola (PSE) pelos municípios, por meio do endereço http://dabsistemas.saude.gov.br/sistemas/pse/relatorio. Para a inscrição, os gestores responsáveis pelas secretarias municipais de educação devem indicar as escolas para a participação seguindo critérios contidos no manual. O programa nacional, promovido na Bahia pela Secretaria da Educação do Estado, tem duração de 24 meses e vai contemplar as escolas públicas do município, independente da esfera administrativa (estadual, municipal e/ou federal).

O coordenador de Educação Ambiental e Saúde do Estado, Fabio Barbosa, destacou a importância do projeto como política pública para os municípios. “Essa adesão é o primeiro passo para que possamos intensificar as práticas de promoção e prevenção de agravos e doenças em crianças, adolescentes, jovens e adultos, sendo a escola um espaço ideal para esse trabalho. Ano passado tivemos 100% de adesão dos municípios, com 11.217 escolas compactuadas, destas 602 estaduais”, destaca.

PSE - O Programa Saúde na Escola é uma política intersetorial, regido pela Portaria Interministerial nº. 1.055, de 25 de abril de 2017, na qual a articulação, principalmente, dos setores da Educação e da Saúde, é indispensável para efetividade das ações. O objetivo principal é a atenção integral à saúde dos educandos da rede pública, através de ações de promoção, prevenção e atenção à saúde de forma a empoderá-los para o reconhecimento e, consequentemente, o enfrentamento das situações que os tornam vulneráveis e que possam vir a comprometer o seu pleno desenvolvimento.

Acesse o manual de adesão do PSE:

http://189.28.128.100/dab/docs/portaldab/documentos/pse/manual_adesao_2019_20.pdf

 Foto: Ilustrativa/ Divulgação

 

– ASCOM

Secretaria da Educação do Estado da Bahia

Começa segunda-feira (4) a Semana Pedagógica nas escolas estaduais

127251

 

 

Professores, gestores e coordenadores pedagógicos da rede estadual de ensino estarão reunidos, entre os dias 4 e 8 de fevereiro, na Semana Pedagógica 2019, com o objetivo de planejar o ano letivo 2019. Este ano, a atividade terá como tema “Pilares para a garantia do direito de aprender: currículo, formação, acompanhamento e avaliação”. Durante os cinco dias de encontro, os participantes irão discutir ações, bem como avaliarão o conteúdo e as estratégias de articulação entre os projetos e o currículo escolar, tendo em vista a melhoria da aprendizagem.

A programação da Semana Pedagógica inclui: apresentação sobre o Novo Ensino Médio; linha do tempo “Escuta Inspiracional à elaboração do Currículo Bahia”; apresentação dialogada para saber como fica o planejamento da unidade escolar a partir das orientações gerais do Currículo Bahia e, também, referente às orientações pedagógicas para o acompanhamento da aprendizagem dos estudantes. Outros destaques são oficinas sobre temas como Refletindo sobre competências e habilidades; Refletindo sobre aprendizagem contextualizada no século XXI; Avaliação da aprendizagem; Trajetórias de sucesso escolar; e Análise situacional através de matriz swot.

A diretora de Ensino Médio do Estado, Tereza Farias, destaca que um diferencial da Semana Pedagógica é que cada dia de discussão irá gerar um produto como resultado das oficinas. Este material chegará à Secretaria da Educação através dos Formulário da Google, com os dados já tratados, podendo gerar tabelas e gráficos para sinalizar quais as maiores demandas que as escolas apresentaram nas discussões pedagógicas. “A gente vai conseguir, em tempo real, logo após acabar a Semana Pedagógica, ter o produto do que foi discutido nas escolas e esse material vai nos ajudar a pensar e replanejar as prioridades que as escolas identificaram em relação a currículo, acompanhamento, avaliação e formação”.

A Semana Pedagógica 2019 abordará, também, os indicadores educacionais nas escolas públicas do Estado a partir dos pilares currículo, formação, acompanhamento e avaliação. “Ao longo dos cinco dias, vamos discutir como garantir o direito de aprendizagem dos estudantes da Educação Básica. Então, discutiremos a avaliação partindo dos indicadores educacionais do Estado. É importante que os gestores, coordenadores e professores conheçam e se apropriem, por exemplo, de quais são os dados da proficiência da rede e qual foi o resultado que tivemos na última edição do SAEB (Sistema de Avaliação da Educação Básica), em especial do Ensino Médio, em que passamos um número maior de escolas avaliadas, pelo caráter censitário da avaliação”, pontua.

A discussão sobre avaliação será iniciada, ainda segundo Tereza Farias, do diagnóstico de como a escola está fazendo seus procedimentos de avaliação da aprendizagem. “Também vamos apresentar e discutir o currículo referencial do Estado, que é o Currículo Bahia para o Ensino Fundamental, e o novo currículo que começa a surgir para o Ensino Médio, discutindo as novas arquiteturas curriculares que estará implementada de forma plena na rede estadual, a partir de 2020”.  Os dois últimos dias serão reservados para os pilares acompanhamento e formação. “Tanto para pensar o acompanhamento das aprendizagens dos estudantes ao longo das três unidades letivas, quanto para pensar a formação continuada no lócus da escola. Serão cinco dias intensos de trabalho pedagógico, estudos teóricos e desenvolvimento de oficinas práticas que vão trazer o produto de planejamento para a escola”, acrescentou.

 Foto: Ilustrativa/ Divulgação

– ASCOM

Secretaria da Educação do Estado da Bahia

 

Pré-vestibular Universidade para Todos aprova mais de 800 estudantes na UNEB

UPT-UNEB_Amaranta Almeida_Aldeia Boca da Mata 2

 

O pré-vestibular Universidade para Todos (UPT), da Secretaria da Educação do Estado, contribuiu para a aprovação de 893 alunos no vestibular 2019 da Universidade Estadual da Bahia (UNEB), uma das quatro instituições estaduais de Ensino Superior parceiras do programa. Dentre estes, por conta da ampliação do sistema de cotas, estão 43 quilombolas e seis indígenas. Outros 3.153 foram classificados e muitos ainda podem ser convocados pela UNEB nas próximas chamadas para a matrícula. O UPT, desde 2007, já colaborou para o ingresso de mais de 18 mil estudantes no Ensino Superior.

Dentre os aprovados está a indígena Amaranta Almeida da Poncada, da Aldeia Boca da Mata, em Porto Seguro. Ela, que vai cursar Enfermagem, fala da sua emoção em conquistar uma vaga na UNEB. “Vou realizar um dos maiores sonhos da minha vida, que é fazer um curso que trará um retorno muito importante para a minha comunidade. Minha intenção é me tornar enfermeira para ajudar o meu povo”. A estudante conta, também, que a oportunidade de fazer o UPT foi decisiva no seu ingresso ao Ensino Superior. “O curso contribuiu muito para que eu passasse na UNEB. Tinha dificuldades na área de Exatas, que foram destravadas no curso. As aulas e os professores eram ótimos. Estou muito feliz com esta vitória”.

A coordenadora do UPT na Secretaria da Educação do Estado, Patrícia Machado, ressalta que as universidades estaduais parceiras – UNEB, UESF, UESB e UESC – estão, atualmente, fazendo o levantamento dos estudantes aprovados nos vestibulares. “A UNEB já disponibilizou o número de alunos aprovados, que chega a quase 900. As outras universidades, também junto à UNEB, estão levantando resultados do SISU (Sistema de Seleção Unificada). Estamos em um momento importante de legitimação do fortalecimento da política de acesso à universidade dos nossos estudantes. Passamos o ano de 2018 voltado para esse foco, com aulas regulares de segunda a sexta-feira; fizemos aulões, revisão e tivemos orientação vocacional para mostrar aos estudantes o perfil de profissional que o mercado hoje deseja e os cursos que temos em cada uma das universidades para que eles tivessem esse conhecimento no momento de fazer a opção, seja no SISU ou no vestibular tradicional”.

A importância do UPT é também comentada pela coordenadora do programa na UNEB, Simone Wanderley. “Mais uma vez, a UNEB prova que a universidade é um espaço para todos. Esse resultado reforça o alcance social do projeto e reafirma o seu principal compromisso que é democratizar o acesso ao Ensino Superior”.

 

Sobre o UPT – O Universidade para Todos é uma ação voltada para fortalecer a política de acesso à Educação Superior, direcionada a estudantes concluintes e egressos do Ensino Médio da rede pública estadual. Em 2018, foram disponibilizadas 14 mil vagas em cerca de 176 municípios do Estado da Bahia, com 237 locais de funcionamento. O curso é presencial, com carga horária de 20 horas semanais e aulas das disciplinas Português, Redação, Matemática, Física, Química, Biologia, Literatura, Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol), História e Geografia, e visa consolidar e aprofundar conhecimentos adquiridos pelos alunos, preparando-os para os processos seletivos de ingresso ao ensino superior. Além das aulas regulares são realizados projetos complementares, como seminários, oficinas, simulados e orientação vocacional.

Fotos: Divulgação

– ASCOM

Secretaria da Educação do Estado da Bahia

Tel: (71) 3115-9026 / 9025

www.educacao.ba.gov.br

Começa nesta quarta (30) a matrícula para selecionados nos cursos da Educação Profissional na rede estadual

50983417_2051923501523769_4995614437801984000_n


Começa nesta quarta-feira (30) e segue até sexta (1/2), a matrícula dos estudantes selecionados para os cursos técnicos de nível médio ofertados pela Secretaria da Educação do Estado na forma de articulação Subsequente ao Ensino Médio (PROSUB). Neste período, o aluno deverá comparecer na unidade escolar para a qual se inscreveu e foi contemplado.

As 10 mil vagas são para os Centros Estaduais, Territoriais e unidades compartilhadas da rede estadual, em 82 municípios da Bahia, envolvendo todos os 27 Territórios de Identidade. Para a efetivação da matrícula, os contemplados deverão apresentar os seguintes documentos: original e cópia da Carteira de Identidade, do CPF, Histórico Escolar e comprovante de residência atualizado. Como as vagas foram distribuídas segundo a ordem classificatória das médias finais obtidas nas disciplinas Língua Portuguesa e Matemática no último ano/módulo de estudo no Ensino Médio ou equivalente ou com base no resultado obtido no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), o estudante também deverá levar, no ato da matrícula, a comprovação das notas de Português e Matemática no ENEM, conforme declarado no ato da inscrição.

As vagas são para 42 cursos. Os cursos mais procurados foram os de Enfermagem, Segurança do Trabalho, Logística e Nutrição em municípios como Salvador, Feira de Santana, Itabuna, Vitória da Conquista e outros. As aulas começaram junto com o ano letivo da rede estadual, em 11 de fevereiro.


Foto: Ilustrativa/ Claudionor Jr

– ASCOM

Secretaria da Educação do Estado da Bahia

www.educacao.ba.gov.br

Calendário de agendamento para realização dos Exames de Certificação

51530659_2050400998342686_6395354020554211328_n

O calendário de agendamento para realização dos Exames de Certificação (supletivo) para o Ensino Fundamental e Ensino Médio já está disponível. Confira: http://escolas.educacao.ba.gov.br/examesupletivo

Para agendar a prova, você deve verificar a próxima data de agendamento, criar login e senha e no dia do agendamento marcar a sua prova. Lembre-se que o sistema de agendamento é aberto às 08 horas da data marcada.

#Educação #Bahia #EducarParaTransformar

Termina nesta terça-feira (29) a matrícula na rede estadual de ensino

Termina nesta terça-feira (29) a matrícula na rede estadual de ensino

 

 

Mais de 652 mil estudantes já foram matriculados na rede estadual de ensino, até a manhã desta segunda-feira (28), penúltimo dia de matrícula nas escolas estaduais. Estes dois últimos dias são direcionados aos alunos novos do Ensino Médio que vêm da rede particular ou de outros Estados. No caso, o processo só pode ser realizado presencialmente, em qualquer colégio da rede, e se dará em diferentes modalidades, como Educação Profissional e Educação de Jovens e Adultos (EJA). A matrícula poderá ser feita em qualquer unidade da rede mesmo que não seja a escola onde o aluno vai estudar.

 

Documentação – Para a efetivação da matrícula, deverão ser apresentados na unidade escolar os seguintes documentos: original do Histórico Escolar ou do Atestado de Escolaridade (que deve ser substituído pelo original do Histórico Escolar em até 30 dias); original e cópia da Cédula de Identidade ou Certidão de Nascimento; original e cópia do CPF; original e cópia legível com data recente do comprovante de residência (água, luz, telefone fixo ou móvel, gás encanado, Internet, contrato de aluguel, IPTU e cartão de crédito ou TV por assinatura). Neste ano, se tornou obrigatória a apresentação da original e cópia da Carteira de Vacinação para estudantes com até 18 anos.

O ano letivo de 2019 da rede pública estadual começará no dia 11 de fevereiro e se encerrará no dia 16 de dezembro, totalizando uma carga horária mínima de 800 horas, distribuídas em 200 dias letivos.

Cronograma de matrícula

Segunda (28) e a terça (29) – Alunos novos do Ensino Médio que vêm da rede particular ou de outros Estados. Neste caso a matrícula só poderá ser feita presencialmente, em qualquer colégio da rede, e se dará nas diferentes modalidades, como exemplo Educação Profissional e Educação de Jovens e Adultos.

Quinta-feira (31) – Confirmação de matrícula para os estudantes com necessidade especial (deficiência, transtorno global do desenvolvimento e/ou altas habilidades/superdotação, com ou sem diagnóstico comprovado) que fizeram a inscrição na pré-matrícula, no mês de novembro. Os pais ou responsáveis deverão comparecer à unidade escolar indicada no cadastro no dia 31 (quinta-feira) para a entrega da documentação exigida para a consolidação do processo.

- ASCOM

Secretaria da Educação do Estado da Bahia

Tel: (71) 3115-9026 / 9025

www.educacao.ba.gov.br